Mondadori Store

Trova Mondadori Store

Benvenuto
Accedi o registrati

lista preferiti

Per utilizzare la funzione prodotti desiderati devi accedere o registrarti

Vai al carrello
 prodotti nel carrello

Totale  articoli

0,00 € IVA Inclusa

Este livro é o resultado da minha dissertação de mestrado em Ciências, defendida na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - USP - no ano de 2010, sob o titulo "As experiências alimentares de mães com filhas portadoras de Transtornos Alimentares: investigando a transgeracionalidade", sob orientação da professora doutora Rosane Pilot Pessa. O interesse em pesquisar este tema aconteceu durante minha experiência como psicóloga clínica. Lembro-me do dia em que uma adolescente chegou ao consultório queixando-se de que não conseguia mais comer por vontade própria e só o fazia quando sua mãe a alimentava com "papas" de bebê. No decorrer da sua história percebi como o vínculo construído na relação daquela dupla estava permeado de conteúdos indiferenciados, nos quais mãe e filha não podiam separar-se, as mentes se fundiam, uma dependia da outra para pensar e existir, uma vez que a mãe também estava se alimentado da mesma "papa" que a filha. A partir deste momento, senti necessidade de aprofundar meus estudos sobre esse quadro e o vínculo estabelecido na relação mãe e filha considerando o alimento e o ato de alimentar como o primeiro elo afetivo entre esses dois personagens. Então, iniciei minhas atividades como psicóloga voluntária no Grupo de Assistência em Transtornos Alimentares do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (GRATA-HCFMRP-USP). Foi um período de muito estudo e desenvolvimento de recursos para ouvir, conter e pensar as angústias que emergiam nos profissionais da equipe, nos familiares e nos pacientes diante de um fenômeno tão complexo e grave e que, a qualquer momento, poderia levar esses pacientes à morte. Foi na escuta atenda das histórias trazidas por familiares, especialmente as mães, que pude perceber que a indiferenciação entre mãe e filha era algo muito presente nestas histórias. Elas guardavam em segredo conteúdos significativos relacionados às próprias experiências com a alimentação. Eis que surgiu a questão: "A quem pertence a história da Anorexia Nervosa?". Questão esta permeou todo o desenvolvimento da pesquisa da dissertação.

Dettagli

Generi Famiglia Scuola e Università » Educazione, Scuola e Università , Psicologia e Filosofia » Psicologia

Editore Sá Editora

Formato Ebook con Adobe DRM

Pubblicato 01/06/2020

Lingua Portoghese

EAN-13 9788588193772

0 recensioni dei lettori  media voto 0  su  5

Scrivi una recensione per "A quem pertence essa história?"

A quem pertence essa história?
 

Accedi o Registrati  per aggiungere una recensione

usa questo box per dare una valutazione all'articolo: leggi le linee guida
torna su Torna in cima