Mondadori Store

Trova Mondadori Store

Benvenuto
Accedi o registrati

lista preferiti

Per utilizzare la funzione prodotti desiderati devi accedere o registrarti

Vai al carrello
 prodotti nel carrello

Totale  articoli

0,00 € IVA Inclusa

Daniel, o filho mais novo do lavrador José das Dornas, não tem queda para os trabalhos do campo por isso o pai põe-no nos estudos para entrar no seminário. Mas para padre também não tem inclinação, visto que entre as lições de latim é apanhado pelo reitor e mestre a namorar com a pequena Margarida, menina sem pais que ganha o próprio sustento e a quem Daniel ensina a ler. O jovem acaba por partir para o Porto, onde estuda Medicina, enquanto o reitor toma Margarida e a irmã como pupilas. Passados anos, o estouvado Daniel volta à aldeia esquecido já do seu primeiro amor, mas Margarida passou todos estes anos a recordá-lo... As Pupilas do Senhor Reitor é uma das Crónicas da Aldeia de Joaquim Guilherme Gomes Coelho, que sempre publicou com o pseudónimo de Júlio Dinis. É um livro menos cuidado que A Morgadinha dos Canaviais, a sua grande obra, mas é aqui que surge a figura inesquecível de João Semana, o velho médico de aldeia e talvez a personagem mais conhecida de Júlio Dinis. De resto é em certo sentido um romance cor-de-rosa com a curiosidade de nos dar a conhecer a vida de uma aldeia do Minho no século XIX. A edição que aqui apresentamos tem ortografia atualizada pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 2009. Foram ainda corrigidos erros de concordância e a pontuação foi modernizada, de forma que o livro de Júlio Dinis possa ser lido com todo o conforto de uma edição recente.

Dettagli

Generi Romanzi e Letterature » Classici » Romanzi contemporanei

Editore Livros Sem Papel

Formato Ebook con Adobe DRM

Pubblicato 04/10/2014

Lingua Portoghese

EAN-13 9789898740007

0 recensioni dei lettori  media voto 0  su  5

Scrivi una recensione per "As Pupilas do Senhor Reitor"

As Pupilas do Senhor Reitor
 

Accedi o Registrati  per aggiungere una recensione

usa questo box per dare una valutazione all'articolo: leggi le linee guida
torna su Torna in cima