Mondadori Store

Trova Mondadori Store

Benvenuto
Accedi o registrati

lista preferiti

Per utilizzare la funzione prodotti desiderati devi accedere o registrarti

Vai al carrello
 prodotti nel carrello

Totale  articoli

0,00 € IVA Inclusa

Livro que inspirou o filme Flores raras, de Bruno Barreto, estrelado por Glória Pires e Miranda Otto. Flores raras e banalíssimas conta a história de amor de duas mulheres notáveis, tendo como pano de fundo o Brasil dos nos 50 e 60: Elizabeth Bishop, laureada poeta americana, e Lota de Macedo Soares, que legou ao Rio de Janeiro um inusitado parque, verdadeiro poema urbano, o Aterro do Flamengo. A brilhante e detalhada pesquisa de Carmen L. Oliveira revelou uma mulher de vanguarda, Dona Lota, que desafiou as mesquinharias políticas e perseguiu um sonho estético, enfrentando as fortes personalidades de Carlos Lacerda e Burle Marx. Este livro, cuja primeira edição empolgou a crítica e o público, revelou Elizabeth Bishop para além de sua poesia, como mulher e arguta comentarista do Brasil. Em estilo irônico, mas permeado pela ternura, Carmen L. Oliveira criou uma obra, a um tempo documental e ficcional, onde convivem felicidade e tragédia, êxito público e desastres íntimos. Após carreira de sucesso no Brasil, o livro foi publicado nos Estados Unidos, pela editora Rutgers, em tradução de Neil Besner. A unânime e entusiástica acolhida da crítica valeu-lhe o alto prestígio dos prêmios Stonewall Book, da American Library Association, e Lambda Literary Award.

Dettagli

Generi Arte Beni culturali e Fotografia » Artisti , Romanzi e Letterature » Autobiografie e biografie letterarie , Storia e Biografie » Biografie Diari e Memorie » Scrittori, poeti e letterati

Editore Rocco Digital

Formato Ebook con Adobe DRM

Pubblicato 12/08/2011

Lingua Portoghese

EAN-13 9788564126480

0 recensioni dei lettori  media voto 0  su  5

Scrivi una recensione per "Flores raras e banalíssimas"

Flores raras e banalíssimas
 

Accedi o Registrati  per aggiungere una recensione

usa questo box per dare una valutazione all'articolo: leggi le linee guida
torna su Torna in cima